domingo, 6 de julho de 2008

curiosidades sobre os bisouros




Besouros
Os besouros são insetos pertencentes à ordem dos coleópteros. Esta palavra vem de coleus, que significa caixa, e ptera, asas. Há cerca de 300.000 besouros diferentes no mundo.
Besouro Venenoso Nome Científico: Lytta vesicatoria
Medindo de 1 a 2 cm este besouro vive no sul e centro da Europa, Sibéria e América do Norte. Começa a aparecer na Europa durante o verão. A fêmea põe seus ovos próximos a abelhas, pois quando os filhotes nascem, entram no ninho da mesma. Lá dentro sofrem uma transformação, soltam a pele e viram larvas mínimas que passam a se alimentar dos filhotes da abelha. Além de exalar um cheiro muito forte, para que os predadores não se aproximem deles soltam um veneno que queima a pele formando bolhas. Este está entre os mais venenosos besouros que existem.
Besouro-tigre Nome científico:Cicindela campestris
Tem o comprimento de 2 cm e possui antenas articuladas. A larva se transforma em crisálida após 18 meses tendo o seu desenvolvimento em 14 dias. A larva do besouro-tigre fica alojada esperando por sua presa. Ela se enterra num buraco cavado na areia, bloqueia a entrada com a sua cabeça grande e espera por insetos descuidados. Quando sua presa, cai dentro do buraco, ela afasta a areia dos pés da vítima que acaba escorregando lentamente em direção à sua boca. Este inseto na sua fase adulta é feroz e, como a larva, possui um par de mandíbulas entrecruzadas que tem a forma de foice, voando rapidamente se alimenta de outros insetos. Este inseto só é ativo em clima quente.
Besouro-do-esterco ou escaravelhoNome científico : Scarabeus sacer Mede cerca de 4 centímetros têm três pares de pernas. Seu vôo é pesado e barulhento. Existem espécies de escaravelho ou besouro-do-esterco em praticamente todos os lugares. Tem como característica rolar uma bola de excremento de animais, principalmente de cavalos, que pode ter até 4 cm de diâmetro. Ao terminar de preparar a bola, enterram-na em um buraco para que possam se alimentar. Esta bola é tão preciosa para eles que brigam pra valer por ela.Existem mais de 20 mil espécies de escaravelhos no mundo.Para a reprodução o macho e fêmea se juntam para fazer uma bola em forma de pêra. Nesta bola, a fêmea coloca os ovos para que as larvas ao nascer encontrem alimento para elas.
Besouro Bombardeiro Nome científico:Brachynus crepitans
Vivendo na superfície da terra este besouro passa a maior parte do tempo se escondendo entre raízes de árvores ou debaixo de pedras, ficando muitas das vezes vários deles debaixo de uma única pedra. Mede mais ou menos 1 cm e vive no sul e centro da Europa, norte da África e Sibéria. Sendo um animal carnívoro, gostam de comer insetos de corpo mole como as lagartas e caracóis, sendo muito veloz para alcançar sua presa. O nome de bombardeiro se dá ao fato de que quando se sente ameaçado bombardeia, em qualquer direção em que se encontre seu predador, com o jato de um líquido que sai do seu abdome. Este líquido sai e provoca uma espécie de fumaça azulada produzindo um barulho alto assustando deste modo seu inimigo. Esse líquido expelido sai fervendo e com um cheiro bastante forte e desagradável, podendo provocar queimaduras em outros insetos. Na pele humana só causa uma leve ardência.
Besouro Gigante Nome científico: Titanus gigantus
Não só é o maior besouro como também é o maior inseto do mundo. Além ser o maior inseto em peso, também é o maior invertebrado voador. Vive na Floresta Amazônica, se alimenta de material orgânico em decomposição na floresta. Pode chegar até a 22 centímetros de comprimento, é maior do que a mão de um homem adulto, e pesar cerca de 70 gramas.
Besouro ViolinoNome científico: Mormolyce phyllodes Sendo considerado entre os maiores besouros do mundo, mede até 10 cm, vive na Ásia se alimenta de animais como lagartas, caracóis e etc. Na fase de larva ele rasteja lentamente pelo solo, mas, quando adulto, sobe nas árvores para viver em frestas de suas cascas. Ao anoitecer oeste animal sai do seu esconderijo a caça de presas. Muito ágil e quase transparente é difícil enxergá-lo na escuridão. Infelizmente é mais um animal ameaçado de extinção devido a destruição de florestas.
Besouro Leopardo Nome científico: Penthea pardalis Este besouro que mede até 2,5 cm o corpo e 5,5 se incluir as antenas, vive nas florestas de eucalipto do nordeste da Austrália. São chamados também de serra-paus. Sua coloração é bem viva com o corpo cheio de manchas que o ajudam a se camuflar na floresta. Seu corpo é comprido e achatado. O que mais se sobressai neste animal são as suas longas antenas divididas em vários segmentos e bastante sensíveis. Este besouro costuma viver sozinho, mas, em época de acasalamento sai a procura de uma parceira seguindo pelo cheiro da fêmea (feromônio) e nesta hora suas longas antenas entram em ação.
Besouro de Chifre Nome científico: Lucanus cervus Estes animais vivem debaixo de troncos velhos ou sob cascas de árvores. Medem de 5 a 10 cm, vivem nas florestas de carvalho da Europa. Alimentam-se na fase de larvas de madeira podre e na fase adulta de brotos, flores e seiva. Nascem de ovos podendo escavar um buraco de até 75 cm para dentro da terra para colocar os ovos nas raízes do carvalho. Chegando a ter até 10 cm suas larvas tem a aparência de vermes gordinhos. Suas mandíbulas são extremamente fortes que mastigam a madeira facilmente. Com o tempo as larvas criam uma casca dura e dentro dela se transformam lentamente em besouro, este processo pode levar de 3 a 5 anos. Os machos são maiores de que as fêmeas, sua coloração é de um marrom quase preta, dificultando enxergá-lo durante a noite.
Besouro Castanho Nome científico: Tribolium castaneum
ão besouros de coloração marrom avermelhada, achatados. Medem de 2,3 a 4,4 mm de comprimento. Os adultos são bons voadores e chegam a viver até 4 anos. Seus ovos São colocados em sacarias, fendas ou alimentos, minúsculos, claros e recobertos por uma substância viscosa. As fêmeas depositam de 400 a 500 ovos. Estes insetos, muitas vezes, são responsáveis pela perda total em armazéns de todo o mundo. O besouro-castanho ataca todos os tipos de cereais moídos, como farelo, rações, farinhas, fubá e grãos quebrados, além de raízes de gengibre, frutos secos, chocolate, nozes, grãos de leguminosas. São predominantes em ambientes quentes e úmidos. O inseto pode apresentar 3 a 4 gerações em um ano.

2 comentários:

paulinha disse...

ESTE BLOG ESTAR DE ARRASAR....PARABENS!!!!!

leticia disse...

parabens, esta lindo meu cientista